domingo, 22 de junho de 2014

Puro engano...

Chegou ontem, de mansinho. Envergonhado! Receoso! Tímido, diria mesmo... sem cor, sem calor, sem garra...
Contudo, à chegada, ainda nos deu um reduzido ar da sua graça e quase acreditei que vinha para ficar.
Puro engano! Chove, quase a cântaros, nesta manhã de um  dia cinzento e fresco,  a lembrar o Outono, quiçá o Inverno.
Todos sabemos que há vários factores que tornam o estado do tempo imprevisível. Mas não gostamos, quase rejeitamos essa parte científica e, cada de um de nós, deseja-o à sua maneira.
Há os que apreciam dias soalheiros, há quem goste dos  cinzentos e frios... há quem encontre uma magia especial nos dias chuvosos, enfim... é exigente e complicado o ser humano!
Falo por mim, que me identifico como uma mulher que ama o sol, o mar, o clima ameno, que nada quer com o frio. Uma mulher oriunda do sul, litoral. Depois do Inverno,  tenha sido rigoroso ou ameno - e este último foi tão rigoroso ao ponto de absorver a Primavera - o que eu mais quero e desejo  é que o Verão regresse fisicamente e não só em termos de calendário... 

E estou em crer que chegará, rapidamente! Aguardemos, sem stress... :)