domingo, 23 de fevereiro de 2014

Tempos conturbados...

Isto não são horas de coisa nenhuma. As duas da manhã já lá vão. Quase três.
Quando muito seriam horas de, chegada de uma festa, deleitar-me a contar agradáveis peripécias. Mas não! Nada disso!Não há disponibilidade, não há disposição e o tempo, chuvoso e frio, também não convida... para a festa.
Acabo de chegar do Centro de Saúde com a senhora minha mãe... Nada de grave, felizmente. Mais uma maleita que uma boa tomada de medicamentos não resolva... Já chega, não é?...

Não posso, não quero, não vou deixar que este 2014 me derrube. Sou uma mulher de garra, de fibra, tal como esta senhora que tive a sorte de ter como mãe. Afinal, sou sua filha...
Por isso, vou à luta. Chega de contratempos.  Mas juro que vão acabar, pelo menos aqueles que não estão relacionados com a doença. Que também não têm sido poucos!!!!
Tudo vai mudar  com a chegada da Primavera. Que já iniciou as sua espreitadelas e nos presenteou com sorrisos, ainda que de soslaio. Tal como aconteceu hoje...

E quem se não a Primavera - a minha estação de eleição - para acabar com estes tempos conturbados??...