sábado, 5 de outubro de 2013

IRRA!



Ora bem! Estava eu a preparar-me para um fim de semana de outono e, eis senão quando, a chuva, como que envergonhada, resolve dar lugar a um sol radioso, e os portugas - parece que se estende a todo o país -  estão a viver, ou a reviver,  um fim de semana estival. Que estou a adorar! E parece, a confiar nos meteorologistas (eu confio),que  na  semana que ora desponta, o sol vai continuar  a distribuir sorrisos.

Já aqui referi "enésimas" vezes que a chuva me deixa abatida. Para fazer frente a esses estados de alma, procuro dedicar-me a atividades que me absorvam, e as da cozinha são verdadeiramente terapêuticas. Foi assim que, num chuvoso dia, deitei mãos à obra e confecionei o outonal doce de tomate. A habitual desgraça "vermelha" que todos os anos nesta altura me faz ganhar peso a troco daquele sabor que facilmente me põe a salivar.

Mas... e o bolo da foto? - perguntarão. Pois... não estou grávida, que esse tempo já lá vai  e já deu os seus frutos. Os apetites é que ficaram... para sempre. Então, ontem, antes de me enfiar no vale dos lençóis, deitei mãos á obra e saiu assim um bolinho de maçã e nozes. De fazer água na boca! Metade já se foi...grande parte à minha conta.
Não há chá vermelho, nem verde, ou seja lá de que cor ou sabor, que queime as calorias em excesso!

Gulosa e glutona que baste! IRRA!