segunda-feira, 2 de julho de 2012

Emoções...

Regressei feliz e com a sensação do dever cumprido. O meu neto António Maria tornou-se filho de Deus ao receber o primeiro sacramento, o Batismo. Encontra-se agora no ponto de partida da sua vida como cristão.
Comportou-se muito bem, o Mimi. Esteve muito recetivo... Não chorou durante a cerimónia! Nem mesmo quando o pároco derramou a água sobre a sua cabeça. A água que, no batismo, tal como a vela acesa, o óleo e a veste branca, tem a sua simbologia.
Muito resumidamente, registo para que não me esqueça de que, no sacramento do batismo, a água significa pureza e fonte de vida. O óleo simboliza a força do Espírito Santo na vida do batizando.
A vela acesa representa  o sinal da presença do Espírito Santo na vida do novo cristão e a luz da fé em Cristo. E a veste branca simboliza a pureza do corpo e da alma de quem está recebendo o batismo.

O Mimi foi batizado pelo Sr. Padre Beato, pároco da Igreja de Porches, no Algarve, o que muito me alegrou e... emocionou. Nutro um carinho especial por aquelas paragens, que, como já algumas vezes referenciei neste meu blog, correspondem às minhas origens.

Um obrigado à minha filha e ao meu genro por me terem "presenteado" com o batismo do seu segundo filho nesta Igreja que tão simpaticamente me acolheu nos meus tempos de menina e moça... tempos ali vividos que recordo sempre com carinho e... saudade.
Um obrigado especial ao pároco da minha aldeia/vila por tão gentilmente ter administrado, na data escolhida pelos pais,  o santo sacramento do batismo ao bebé António Maria.

MUITOS PARABÉNS AO MIMI E AOS SEUS PAPÁS!

A cerimónia

A igreja




Espaço onde foi servido o almoço

Em Armação de Pera

Menino Jesus
Vem me guardar
Eu sou pequenino
Ensina-me a rezar
               (António)