quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Passeio pedonal...


Sou avessa a datas. Não sei precisar bem o dia em que aqui cheguei  para férias! Só não tenho dúvidas de que ainda foi em Julho. Os dias têm-se  desenrolado calmamente, não obstante a presença dos meus amados, "ruidosos" - só às vezes - e maravilhosos  netos.
Um dia normal de férias, para mim,  passa por sair da cama um pouco mais tarde do que é habitual - entre as 9h30m e as 10h - tomar o pequeno almoço e pegar na sacola para um mergulho no mar, não sem antes passar pela pastelaria para um café e - ai meu Deus a dieta - o tal pastel de nata que tem o dom de me fazer aguar... Depois, o regresso a casa, o almoço, uma pequena sesta, e na parte da tarde um mergulho na piscina. Dias estes, alternados com umas saídas para uns passeios, uns lanches e/ou jantares com a família, os amigos etc... etc...
Dias agradáveis, digo eu... porém, o único que fez a diferença  e quebrou a quase instalada rotina das férias, foi o de hoje. Enchi-me de coragem e dei o salto da cama quando ainda passavam poucos minutos das sete e, pé ante pé, para não acordar a minha gente que  dormia tranquilamente, devidamente calçada e confortavelmente vestida,  saí à rua para um longo passeio pedonal junto à costa de Armação de Pera.
Foi muito agradável e reconfortante fazer aqueles quase 6 Km pelas ruas de uma vila  que ainda dormia!  Muito bom respirar e sentir a brisa da manhã! Observar   o raiar do dia! Sentir o peito cheio de ar fresco!  Poder parar um pouco para admirar o belo horizonte quase sem fim! Inalar gostosamente o cheiro das algas e da maresia! Observar o mar translúcido  com as suas ondas a desenrolarem numa praia onde aqui e ali chegava um ou outro banhista madrugador...

Toda esta ambiência  permitiu que o meu pensamento fluísse livremente como se não houvesse ontem nem amanhã... Foi muito bom!... 
Após o percurso, um belo banho neste oceano a perder de vista foi ouro sobre azul!

A praia, pelas nove e picos da manhã, apresentava este aspeto: