sábado, 13 de abril de 2013

De lilás florida...

 
Eram 15 horas de um sábado soalheiro e quente, o de hoje. Caminhava calmamente pela avenida cá do burgo saboreando o despontar de uma tórrida Primavera que mais me fez  lembrar o Verão, quando fui assolada por um enorme desejo de me livrar do leve casaco que trazia vestido. E livrei-me! Foi nesse estrebuchar de braços, para o despir rápido, que dei de caras e regalei os meus olhos nestas bonitas e elegantes árvores de lilás floridas, que não sei o nome, mas que hei-de saber, assim haja quem saiba e... me esclareça.  
 
Quem se atreve?... Alguém sabe?