sábado, 13 de abril de 2013

Dois dos meus grandes amores...

 
O amor que transborda de uma mãe  para o seu filho é absolutamente delicioso, algo que não é facilmente  definível por palavras. Só mesmo quem o sente... é  único, irresistível e... impenetrável! E este, o da minha filha para com os meus netos, faz-me sentir particularmente feliz!
 

Estive fora uma semana. Acabadinha de chegar, consegui que a minha objetiva captasse este doce  sorriso. Venho pior, cada vez mais apaixonada por estes seres que, sem  que se apercebam,  ajudam a dourar os meus dias que, a bem da verdade, nem sempre se apresentam fáceis.
 
Tenho consciência de que as relações mais fortes e intensas são, em primeiro lugar, as que se estabelecem com os filhos. De que o maior amor do mundo - um amor sem igual - é o amor de mãe. Mas, atrevo-me a dizer - porque é o que sinto -  que logo a seguir vem o amor pelos netos!!
 
Sou uma mãe orgulhosa dos seus filhos e, ao momento, uma avó completamente babada. O sorriso dócil e  o olhar expressivo destes  olhos que também sabem sorrir  deixam-me completamente derretida! E substituem qualquer "tranquilizante" de que necessite...
 
E mais não digo... porque estou a ficar um pouco melosa demais para meu gosto!!! Deve ter a ver, também, com o solarengo e luminoso dia  que se fez sentir hoje. Quase mágica... esta Primavera que tardou a acordar!!
 
E não é que "as caminhadas" já não constituem problema para o petiz! Está desembaraçadíssimo!...