quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

E o Pai Natal chegou...

Após ter sofrido com a espera do Pai Natal, o meu neto Vi ficou boquiaberto, mudo, deliciado, nervoso...quando o viu entrar portas adentro,  com um grande saco às costas, trôpego, curvado  e muito cansado. Depois de toda aquela excitação, e ainda antes de abrir os presentes,  manifestou pena do querido Pai Natal  e achou que foi a quinta que carregava, que, por ser tão grande e pesada, o deixou naquele lastimável estado.
Dizia-me, hoje, aqui em casa:
- Avó, a quinta que o Pai Natal me trouxe é que o deixou assim  cansado, porque ela é muito, muito grandeeeeeeee.
- Mas gostas  da tua quinta?
- Gosto muito, avó, mas tive muita pena do Pai Natal!... Coitadinho!!... 
Maravilhosa e santa  inocência! :)

Parabéns à tia Margarida, que tão bem desempenhou o papel de PAPAI NOEL!