quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Escuro... que nem breu!

Partilho uma "outra" visão de um "outro"... economista, João César das Neves, que participou recentemente num debate sobre a família e a economia, organizado pela Associação dos Médicos Católicos Portugueses, onde apelou à calma e tentou passar uma mensagem   de esperança relativamente ao atual contexto económico e político. ... "Não vale a pena desesperar", "não há mal que sempre dure",  "o pior já passou" e "tudo acabará em bem"...  

É sabido que estamos todos "calejados" de mais e com razões de sobra para não acreditar, mas o que é facto é que o economista e conceituado professor catedrático nos  deixa um pouco mais calmos e ... esperançados. Quem sabe!?... oxalá a alvorada esteja mesmo a chegar porque, de facto, a noite está escura que nem breu!! 


João César das Neves

É a dinâmica das famílias “que está a salvar o país”



 
O economista João César das Neves recomenda aos portugueses que não entrem em pânico e que se preocupem menos com o que dizem os economistas e os políticos.


“Não são os professores nem os políticos que sabem a resposta. Cada pessoa já está a fazer no seu sítio: alguns vão poupar, alguns vão emigrar, outros vão ter que gastar mais, alguns até se vão endividar se conseguirem, alguns vão fazer novos negócios. É isso que está a acontecer”.
César das Neves lembra que o ajustamento do lado das famílias está a ser feito muito mais depressa do que do lado do Estado e defende que “é essa dinâmica que está a salvar o país”.
“Não vale a pena desesperar, já estamos a chegar ao fim. Não sabemos quanto tempo demora mas não acreditem que isto é para sempre, evidentemente que não, mas "a noite é mais escura, imediatamente antes da alvorada". Este é o período mais difícil de todos, já fizemos muito, mas ainda falta um bom bocado”, acrescentou.

 
Aguardemos para ver! - digo eu