terça-feira, 15 de janeiro de 2013

"O amor é outra coisa"


Não é, de todo, a minha escritora de eleição, mas gostei de ler este livro que recebi como presente de natal "O amor é outra coisa" , última obra de Margarida Rebelo Pinto, a autora portuguesa mais lida no nosso país.
De leitura fácil,  e porque aborda um tema universal e muito aliciante - o amor/ relações amorosas -  consegue prender  do início ao fim, especialmente se a leitora é uma romântica, como já deixei perceber que sou.

Deixo alguns dos excertos que mais me tocaram:
"Quando somos mais novos, acreditamos que, ao longo da vida, iremos cruzar-nos com várias pessoas com quem vamos viver grandes histórias de amor. Confundimos atracção com paixão, paixão com tesão, prazer com apego, apego com amor. O amor é outra coisa e só o tempo nos ensina a descobri-lo, quando percebemos que a matéria de que é feito o verdadeiro amor é  trabalho, tempo, dedicação e construção. Às vezes temos sorte, outras vezes, azar; às vezes somos nós que damos pontapés na sorte e deixamos fugir aqueles que mais amávamos e nos faziam felizes. Mas quando, por qualquer razão, a vida nos obriga a parar e a fazer balanço, já é tarde..."

"A vida é para ser agarrada de corpo e alma, senão foge-nos para sempre. (...) Há dois caminhos na vida: a liberdade para aqueles que arriscam, ou a prisão para aqueles que se acomodam."
 
"Todos temos direito à felicidade. Apenas precisamos de encontrar o caminho certo que nos guie até aos nossos sonhos. E depois segui-lo, sem olhar para trás."