terça-feira, 19 de março de 2013

Assalto inesperado...

 
É normal que se veja nos outros aquilo que se pensa nos possa vir a acontecer. Esta eventual confiscação de uma percentagem dos depósitos bancários em Chipre faz-nos perder toda a confiança nos bancos. Isto é um inesperado assalto da troika às esforçadas poupanças de quem estica os seus parcos dinheiros a pensar no amanhã. E constitui um precedente que pode ameaçar os países que, na Europa, se encontram em dificuldades, nomeadamente Portugal. Quem nos pode garantir que os portugueses não acordam um dia destes com menos dinheiro nas suas já modestas contas?
 
O nosso Presidente da República  foi apanhado de surpresa, e apelou ao bom senso de quem de direito. Não estou, obviamente,  preocupada com as "finanças" do Senhor Presidente da República -  que se acusou publicamente aquando do corte na sua pensão, e estará agora, provavelmente, a ver  as suas poupanças ameaçadas... - estou preocupada, sim... com os muitos portugueses que nestes tempos difíceis estão a ver a sua vida a desmoronar-se. 
 
Já é tempo dos governantes se preocuparem menos com os números e os países em si,  e mais com a "massa humana"!